BRASIL, Sudeste, Mulher, de 26 a 35 anos, Arte e cultura, Livros

 

   

    Síndrome do amor
  uma mae especial
  Youtube
  Revista Nova Escola
  Blog revista Sentidos
  Professor Marins
  jornal ABC reporter
  UOL - O melhor conteúdo


 

 
     

      Todas as mensagens
      Citação


     

       

       


     
     
    Educar & Ensinar



    novo blog

    http://educareensinar2.blogspot.com.br



    Escrito por Profa. Kellem às 17h49
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    blog

     


    Redirecionando

    http://educareensinar2.blogspot.com.br

     



    Escrito por Profa. Kellem às 17h47
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    NOVO BLOG

     

    NOVO BLOG DO EDUCAR&ENSINAR 2


    Assim, podereremos conversar e trocar ideias muuito mais!!!!

    acessem:

    http://educareensinar2.blogspot.com.br 


     



    Escrito por Profa. Kellem às 17h23
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    dia das mães libras

    Mãe não é só aquela que nos põe no mundo, mas aquela que nos afaga, que nos aconselha, que nos puxa a orelha...
    Mãe é aquela que cuida... se todas estas forem a mesma pessoa. melhor ainda!!

    Feliz dia das Mães!

     




    Escrito por Profa. Kellem às 23h02
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Feliz dia das mães

    FELIZ DIA DAS MÂES - para todas as mamães!!!

     



    Escrito por Profa. Kellem às 22h39
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Criança vê, criança faz



    Escrito por Profa. Kellem às 22h32
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    TDA



    Escrito por Profa. Kellem às 14h33
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    TDA

    Olá, realmente quem fez essa música acredito q nem estava pensando em TDA, mas é surpreendente a semelhança... Prestem atenção na letra... Sensacional!!!

     




    Escrito por Profa. Kellem às 14h31
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Balé de cegos

    BALÉ DE CEGOS!!!!

     

    Lindo!!! E mais uma vez uma lição de vontade de VIDA e SUPERAÇÃO para todos nós!!!

     

     

     



    Escrito por Profa. Kellem às 13h23
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Autismo

    Vale a pena, a cada dia conhecermos mais um pouco sobre esses seres mais q especiais



    Escrito por Profa. Kellem às 13h16
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Alma da Batera



    Escrito por Profa. Kellem às 13h13
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Alma de batera

     

     

    Alma de Batera



    Escrito por Profa. Kellem às 21h48
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    FELIZ 2012!!!



    Escrito por Profa. Kellem às 14h39
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Músico cego e autista

    Músico cego e autista estreia concerto Londres

    acessem vale muito a pena, bjus


    http://www.youtube.com/watch?v=NIBBEM-qY5c



    Escrito por Profa. Kellem às 11h45
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Dia Nacional de Luta dos DIREITOS da Pessoa com Deficiência



    Escrito por Profa. Kellem às 23h02
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    21 de setembro dia Nacional da luta da pessoa com deficiencia

    Vale a pena cada segundo q passamos com pessoas q nos ensinam muuito!!!!

     21 de Setembro Dia Nacional de Luta dos DIREITOS da Pessoa com Deficiência



    Escrito por Profa. Kellem às 22h57
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    VACINAÇÃO!!!!!!!!!

     

    Vacinar é um gesto de carinho.


    O próximo sábado dia 13/8 é dia da 2a dose da vacina contra a Paralisia Infantil para

    crianças com menos de 5 anos, em homenagem ao Dia Nacional de Vacinação. 



    Escrito por Profa. Kellem às 08h51
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    VOLTA AS AULAS!!!!!!



    5 dicas para o seu filho voltar às aulas com gás total

    Saiba como evitar que as férias de julho interrompam o ritmo de estudos do seu filho


    Foto: É natural que as crianças estejam ansiosas e cheias de dúvidas
    É natural que as crianças estejam ansiosas e cheias de dúvidas

    Embora sejam mais curtas do que as férias de verão, as férias de julho também interrompem o ritmo de estudos das crianças. Por isso, na volta às aulas, é natural que elas estejam ansiosas e cheias de dúvidas. Os amigos continuarão os mesmos? Conseguirei recuperar as notas? Quais serão as novidades desse semestre? Tudo isso está na cabeça da molecada quando chega a hora de voltar para a escola

    Nesse momento importante do calendário escolar, o papel dos pais é tranquilizar os filhos e motivá-los, para que esse segundo semestre se torne produtivo e que a criança tenha um desempenho cada vez melhor na escola. "Os pais devem evitar que a criança abandone totalmente a escola, propondo atividades como leitura durante as férias", afirma Aline Fávaro Dias, psicóloga e orientadora educacional do Colégio Dom Bosco de Americana (SP). 

    Confira abaixo cinco dicas para o seu filho voltar às aulas com gás total:



    Escrito por Profa. Kellem às 16h17
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Autismo: Uma historia comovente

    AUTISMO

     

    Assistam essa reportagem muito comovente, vale a pena!!!


    http://specialkidsphotography.​com.br/galeria



    Escrito por Profa. Kellem às 21h16
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Autismo



    Escrito por Profa. Kellem às 23h31
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    VACINAÇÃO INFANTIL



     

    Neste sábado dia 18/06/2011 temos a CAMPANHA NACIONAL DE VACINAÇÃO

     INFANTIL.

    Leve seus filhos de 0 a 05 anos ao postos de vacinação mais próximo não esquecendo

     de levar a Carteira de Vacinação do seu filho.

    NÃO DÁ PRA VACILAR, TEM QUE VACINAR!

     

     




    Escrito por Profa. Kellem às 09h24
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Autismo

    Vamos entender um pouco mais sobre Autismo, para q juntos possamos ajudar pais e profissionais

    a amarem ainda mais esses anjos

     




    Escrito por Profa. Kellem às 09h47
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    tragédia: Como seguir adiante

    Tragédia no Rio: como seguir adiante

    O fortalecimento da equipe gestora, a criação de espaços para a reflexão e o debate aberto sobre o fato são os caminhos para se criar condições de a escola voltar à rotina

    Elisa Meirelles e Paula Nadal (gestao@atleitor.com.br) Colaboraram Janaína Castro, Ricardo Ampudia e Dagmar Serpa

    A Escola Municipal Tasso da Silveira, no Rio de Janeiro, foi palco de cenas de terror nesta quinta-feira, 7 de abril. Wellington Menezes de Oliveira, ex-aluno da instituição, entrou armado no colégio, matou 12 crianças, foi alvejado por um policial e em seguida cometeu suicídio. O episódio ganhou destaque nos noticiários nacionais e internacionais e provocou muita comoção e grande sensação de medo e insegurança entre pais e professores.

    NOVA ESCOLA ouviu especialistas das áreas da psicologia, da sociologia e da segurança pública e traz nesta reportagem alternativas para lidar com o drama do luto e orientações para que, em um momento tão difícil como esse, a escola se prepare para seguir adiante.

    Como lidar com a tragédia
    "O primeiro passo é fazer com que toda a comunidade entenda que esta é uma situação de exceção", explica a pesquisadora Ana Maria Aragão, do Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação Moral (Gepem) da Universidade de Campinas. Gestores, pais, professores, alunos e funcionários precisam enfrentar o medo. À escola cabe o papel de organizar espaços legítimos para debater o assunto. Todas as perguntas colocadas em jogo têm de ser devidamente respondidas. Não se pode negar a situação ou estereotipar os fatos. É importante que todos entendam o que esse drama significa. "As crianças precisam falar como se sentem, expressar-se, seja por cartas, desenhos ou conversas", observa Ana. "É discutindo o trauma abertamente que se criam condições para que todos acreditem que isso não vai acontecer todo dia", complementa a pesquisadora.

    Para reestruturar emocionalmente a comunidade escolar após o drama, uma alternativa é pensar em ações coletivas, que envolvam professores e equipe gestora. "O diretor da escola tem um papel fundamental e precisa agir rápido, convocar a equipe - professores e funcionários - para uma conversa aberta sobre o fato. A equipe tem de se sentir fortalecida porque, depois, é ela que vai trabalhar com os alunos", afirma Catarina Iavelberg, assessora psicoeducacional especializada em Psicologia da Educação.

    Trabalhar em grupo é uma boa medida. Para ajudar os alunos, o ideal é escolher pessoas que tenham bons vínculos com as crianças para conversar com elas - um professor ou um coordenador mais próximo das turmas, por exemplo. Os pais também devem ser estimulados a estar dentro da escola. Ana Aragão lembra que "o que menos deve ser conversado nesse momento é sobre como aparelhar a escola ou impedir o acesso da comunidade ao espaço. É importante não centrar as discussões na busca por culpados nem criar explicações generalistas".

    "No caso da Escola Municipal Tasso da Silveira, a equipe certamente será beneficiada se houver ajuda de psicólogos para lidar com o trauma", acrescenta Miriam Abramovay, coordenadora da área de Políticas Públicas da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (FLACSO). Mostrar que o medo é real e dar tempo para que equipe escolar, alunos e comunidade lidem com o trauma são atitudes fundamentais. Nesse momento, deve-se acolher os sentimentos de todos para fazer com que a escola volte a funcionar.

    Como fazer da escola um espaço seguro
    Além de lidar com a comunidade escolar quando acontecem episódios como o do Rio de Janeiro, é importante o trabalho cotidiano que garanta um ambiente de segurança e de acolhimento. Para tanto, há que se colocar em xeque a ideia recorrente de que violência na escola se combate com mais policiamento e com a instalação de grades, catracas e outros dispositivos semelhantes. "No calor do momento, o trauma gerado por eventos como o do Rio leva a uma reação mais irracional e produz o efeito inverso ao necessário: a escola se fecha, se isola e investe em vigilância", explica o sociólogo Pedro Bodê, especialista em segurança pública da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Esse não é, no entanto, o melhor caminho. "Afastar a escola do mundo exterior vai contra a função dela, que é integrar", complementa.

    O investimento em segurança se faz necessário em alguns casos - como o combate aos furtos e a outros delitos - mas não pode ser pautado por um evento excepcional. É preciso tomar cuidado para que um fato isolado não gere pânico nem precipite a tomada de medidas emergenciais. "Apesar do choque causado, é necessário racionalidade para evitar excessos", diz ele.

    Mais do que fechar as portas e isolar os alunos, é importante trazer a comunidade para perto e tê-la como aliada. Isso se faz organizando uma espécie de "rede de proteção" que aproxime a escola de famílias, de lideranças comunitárias, de associações de bairro, de associações comerciais etc. Manter esta interação diminui a incidência de casos de violência e aumenta a capacidade de resposta a eventos imprevisíveis.

    Para o sociólogo, outro equívoco é fazer comparações com episódios violentos ocorridos em escolas estrangeiras. "São todos casos excepcionais, com características e contextos particulares", afirma. Como explica Bodê, "é preciso criar condições de segurança não só na escola, mas em toda sociedade. E essa responsabilidade, ainda que o Estado tenha um papel importante, é da própria sociedade".

     

     

     



    Escrito por Profa. Kellem às 10h14
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Sindrome de Down



    Escrito por Profa. Kellem às 09h11
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    02 de Abril _ AUTISMO

     02 de Abril

    Dia Mundial da Conscientização do Autismo

    http://paivajunior.blogspot.com/


     

    Autismo-DAY-EMKT



    Escrito por Profa. Kellem às 10h48
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    II SEMINÁRIO PAULISTA DO ESPECTRO DO AUTISMO

     

    http://www.movimentoproautista.com.br/programacao.aspx

    II Seminário Paulista do Espectro do Autismo

    A Defensoria Pública do Estado de São Paulo em parceira com o Movimento Pró Autista realizará no sábado de 26 de Março de 2011, das 08h00 às 15h00, o II Seminário Paulista do Espectro do Autismo, no auditório da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, à Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 564 – Portão 10 – Barra Funda – São Paulo.

    O objetivo do seminário é despertar a sensibilização pela realidade do Transtorno do Espectro do Autismo, acerca de diagnóstico, assistência e formas de tratamento, bom como o conhecimento sobre os direitos das pessoas com autismo.

     

    Público-alvo: Pais, familiares, profissionais, parlamentares, estudantes e sociedade em geral.

     

    Participação: Será fornecido Certificado de Participação no encerramento do evento.




    Escrito por Profa. Kellem às 10h40
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    BLOG CANTINHO KRIATIVO

     

    Olá Pessoal!!!



    Estou criando um blog para trabalhar com diversas ideias de confecção de brinquedos e atividades com sucatas,. Quero q sejam atividades onde TODAS as crianças possam confeccionar (sejam com deficiencias ou não). Participem e me ajudem a divulga-lo e enviem sugestões.

    Até breve...


    Cantinho Kriativo

    http://cantinhokriativo.blogspot.com



    Escrito por Profa. Kellem às 11h53
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    SURDODUM

    SURDODUM



    Escrito por Profa. Kellem às 20h11
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Vinícius de Moraes

    Um pouco de Vinícius de Moraes...Apaixonado

     



    Escrito por Profa. Kellem às 11h44
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Salto de paraquedas - praia para todos

    Sem limites
     
    Fábio Fernandes, coordenador do projeto "Praia para todos", realizou dois saltos de paraquedas na praia em Cabo Frio
     




     
     
     
     

    O céu de Cabo Frio ficou mais colorido nesta quinta-feira, dia 17 de fevereiro, quando a equipe de um dos mais famosos paraquedistas brasileiros, Luiz Henrique Santos, o Sabiá, esteve durante todo o dia na cidade, mais especificamente na Praia do Forte, para filmar um salto muito especial e acumular um novo recorde mundial.

    A proeza se refere ao primeiro salto solo de um tetraplégico no mundo. O corajoso é Fábio Fernandes, coordenador do projeto "Praia para Todos", implantado em algumas praias cariocas e que tem por objetivo torná-las acessíveis a cadeirantes. Fábio realizou dois saltos: o primeiro duplo, pela manhã, com o paraquedista Marcelo Schettini, e o segundo individual, com queda dentro da água.

    Toda a operação contou com total apoio da Prefeitura de Cabo Frio, por meio da participação das Guardas Marítima e Ambiental e Municipal. Também fizeram parte da equipe de suporte o Corpo de Bombeiros e a Capitania dos Portos. O Aeroporto Internacional de Cabo Frio serviu de ponto de partida para o avião que transportou os seis paraquedistas.

    Conheça o projeto "Praia para Todos" 
    De acordo com o coordenador municipal de Indústria, Comércio, Trabalho e Pesca, Ricardo Azevedo, que acompanhou todo o procedimento e filmagem, o evento será excelente para a divulgação da cidade: 

    "Ficamos muito felizes em receber a equipe aqui, além de este evento ter sido uma ótima oportunidade de divulgação de nossa praia e da recuperação da orla e do calçadão da Praia do Forte", disse, lembrando que toda a estrutura montada para receber os paraquedistas foi bastante elogiada pela equipe.


    Fonte: Deficiente Ciente




    Escrito por Profa. Kellem às 22h33
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





    [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]